Pesquisa
Descritor em português: Eritema Migrans Crônico
Descritor em inglês: Erythema Chronicum Migrans
Descritor em espanhol: Eritema Crónico Migrans
Descritor em francês: Érythème chronique migrateur
Código(s) hierárquico(s): C01.150.252.400.536.400
C01.150.252.400.794.352.250.400
C01.150.252.819.310
C01.800.720.310
C01.920.930.513.400
C17.800.229.200
C17.800.838.765.310
Nota de escopo: Eritema giriforme profundo que se segue à picada de um carrapato ixodídeo. É uma manifestação de primeiro estágio da DOENÇA DE LYME. O sítio da picada é caraterizado por uma pápula vermelha que se expande perifericamente como um aro não escamoso e palpável que clareia no centro. Esta afecção é frequentemente associada a sintomas sistêmicos tais como calafrios, febre, cefaleia, mal estar, náusea, vômitos, fadiga, lombalgia e rigidez de nuca.
Nota de indexação: de uma mordedura de carrapato; "manifestação do estágio 1 da DOENÇA DE LYME"
Qualificadores permitidos: BL sangue
CF líquido cefalorraquidiano
CI induzido quimicamente
CL classificação
CN congênito
CO complicações
DG diagnóstico por imagem
DH dietoterapia
DI diagnóstico
DT tratamento farmacológico
EC economia
EH etnologia
EM embriologia
EN enzimologia
EP epidemiologia
ET etiologia
GE genética
HI história
IM imunologia
ME metabolismo
MI microbiologia
MO mortalidade
NU enfermagem
PA patologia
PC prevenção & controle
PP fisiopatologia
PS parasitologia
PX psicologia
RH reabilitação
RT radioterapia
SU cirurgia
TH terapia
TM transmissão
UR urina
VE veterinária
VI virologia
Identificador DeCS: 24627
ID do descritor: D015787
Data de estabelecimento: 01/01/1990
Data de entrada: 15/05/1989
Data de revisão: 08/02/1994
Eritema Migrans Crônico - Conceito preferido
Identificador do conceito M0024184
Nota de escopo Eritema giriforme profundo que se segue à picada de um carrapato ixodídeo. É uma manifestação de primeiro estágio da DOENÇA DE LYME. O sítio da picada é caraterizado por uma pápula vermelha que se expande perifericamente como um aro não escamoso e palpável que clareia no centro. Esta afecção é frequentemente associada a sintomas sistêmicos tais como calafrios, febre, cefaleia, mal estar, náusea, vômitos, fadiga, lombalgia e rigidez de nuca.
Termo preferido Eritema Migrans Crônico



Queremos a sua opinião sobre o novo sitio web do DeCS/MeSH

Convidamos-lhe a responder a uma pesquisa que não levará mais que 3 minutos


Ir para pesquisa