Pesquisa
Descritor em português: NADPH Oxidases
Descritor em inglês: NADPH Oxidases
Descritor em espanhol: NADPH Oxidasas
Descritor em francês: NADPH oxidase
Termo(s) alternativo(s): NAD(P)H Oxidases
NADPH Oxidase
Proteínas Nox
Código(s) hierárquico(s): D08.811.682.608.575
D12.776.331.894
D12.776.543.653
Identificador Único RDF: https://id.nlm.nih.gov/mesh/D019255
Nota de escopo: Família de flavoproteínas associada a membrana oxidorredutases dependentes de NADPH que catalisam a redução monovalente do OXIGÊNIO formando SUPERÓXIDOS. Estruturalmente, são caracterizadas por seis ALFA-HÉLICES transmembranares N-terminais, uma região de ligação a FLAVINA-ADENINA DINUCLEOTÍDEO (FAD) e uma região C-terminal de ligação a NADPH. São expressas pricipalmente por CÉLULAS EPITELIAIS no intestino, rim, cólon e tecidos musculares lisos, bem como em GRANULÓCITOS e atuam na transferência de elétrons para o oxigênio molecular através de membranas. Defeitos na produção de íons superóxidos por algumas NADPH oxidases resultam em DOENÇA GRANULOMATOSA CRÔNICA.
Qualificadores permitidos: AD administração & dosagem
AE efeitos adversos
AI antagonistas & inibidores
AN análise
BI biossíntese
BL sangue
CF líquido cefalorraquidiano
CH química
CL classificação
CS síntese química
DE efeitos dos fármacos
DF deficiência
EC economia
GE genética
HI história
IM imunologia
IP isolamento & purificação
ME metabolismo
PD farmacologia
PH fisiologia
PK farmacocinética
PO envenenamento
RE efeitos da radiação
SD provisão & distribuição
ST normas
TO toxicidade
TU uso terapêutico
UL ultraestrutura
UR urina
Número de registro: EC 1.6.3.-
Veja também os descritores: Doença Granulomatosa Crônica MeSH
Identificador DeCS: 33021
ID do descritor: D019255
Documentos indexados na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS): Clique aqui para acessar os documentos da BVS
Data de estabelecimento: 01/01/1997
Data de entrada: 10/06/1996
Data de revisão: 12/06/2018
NADPH Oxidases - Conceito preferido
Identificador do conceito M0028676
Nota de escopo Família de flavoproteínas associada a membrana oxidorredutases dependentes de NADPH que catalisam a redução monovalente do OXIGÊNIO formando SUPERÓXIDOS. Estruturalmente, são caracterizadas por seis ALFA-HÉLICES transmembranares N-terminais, uma região de ligação a FLAVINA-ADENINA DINUCLEOTÍDEO (FAD) e uma região C-terminal de ligação a NADPH. São expressas pricipalmente por CÉLULAS EPITELIAIS no intestino, rim, cólon e tecidos musculares lisos, bem como em GRANULÓCITOS e atuam na transferência de elétrons para o oxigênio molecular através de membranas. Defeitos na produção de íons superóxidos por algumas NADPH oxidases resultam em DOENÇA GRANULOMATOSA CRÔNICA.
Termo preferido NADPH Oxidases
Termo(s) alternativo(s) NAD(P)H Oxidases
NADPH Oxidase
Proteínas Nox



Queremos a sua opinião sobre o novo sitio web do DeCS/MeSH

Convidamos-lhe a responder a uma pesquisa que não levará mais que 3 minutos


Ir para pesquisa