Pesquisa
Descritor em português: Hipertireoxinemia Disalbuminêmica Familiar
Descritor em inglês: Hyperthyroxinemia, Familial Dysalbuminemic
Descritor em espanhol: Hipertiroxinemia Disalbuminémica Familiar
Descritor em francês: Hyperthyroxinémie dysalbuminémique familiale
Termo(s) alternativo(s): Hipertiroxinemia Disalbuminêmica Familiar
Código(s) hierárquico(s): C16.320.427
C19.874.410.249
Identificador Único RDF: https://id.nlm.nih.gov/mesh/D050010
Nota de escopo: Característica hereditária, autossômica dominante, qualificado por níveis anormalmente elevados de TIROXINA total sérica (T4) em pacientes eutireóideos com ALBUMINA SÉRICA que se liga ao T4 com maior afinidade. Os níveis séricos de T4 livre, T3 livre e TSH são normais. É uma da várias anormalidades do T4 produzidas por um transtorno não tireoídeo. Esta afecção é devida a mutações no gene ALB no CROMOSSOMO 4.
Qualificadores permitidos: BL sangue
CF líquido cefalorraquidiano
CI induzido quimicamente
CL classificação
CN congênito
CO complicações
DG diagnóstico por imagem
DH dietoterapia
DI diagnóstico
DT tratamento farmacológico
EC economia
EH etnologia
EM embriologia
EN enzimologia
EP epidemiologia
ET etiologia
GE genética
HI história
IM imunologia
ME metabolismo
MI microbiologia
MO mortalidade
NU enfermagem
PA patologia
PC prevenção & controle
PP fisiopatologia
PS parasitologia
PX psicologia
RH reabilitação
RT radioterapia
SU cirurgia
TH terapia
UR urina
VE veterinária
VI virologia
Identificador DeCS: 50510
ID do descritor: D050010
Documentos indexados na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS): Clique aqui para acessar os documentos da BVS
Data de estabelecimento: 01/01/2006
Data de entrada: 30/06/2005
Data de revisão: 02/08/2005
Hipertireoxinemia Disalbuminêmica Familiar - Conceito preferido
Identificador do conceito M0471943
Nota de escopo Característica hereditária, autossômica dominante, qualificado por níveis anormalmente elevados de TIROXINA total sérica (T4) em pacientes eutireóideos com ALBUMINA SÉRICA que se liga ao T4 com maior afinidade. Os níveis séricos de T4 livre, T3 livre e TSH são normais. É uma da várias anormalidades do T4 produzidas por um transtorno não tireoídeo. Esta afecção é devida a mutações no gene ALB no CROMOSSOMO 4.
Termo preferido Hipertireoxinemia Disalbuminêmica Familiar
Termo(s) alternativo(s) Hipertiroxinemia Disalbuminêmica Familiar



Queremos a sua opinião sobre o novo sitio web do DeCS/MeSH

Convidamos-lhe a responder a uma pesquisa que não levará mais que 3 minutos


Ir para pesquisa