Pesquisa
Descritor em português: Síndrome da Rubéola Congênita
Descritor em inglês: Rubella Syndrome, Congenital
Descritor em espanhol: Síndrome de Rubéola Congénita
Descritor em francês: Syndrome de rubéole congénitale
Código(s) hierárquico(s): C01.925.782.930.700.700.700
C16.131.077.790
Identificador Único RDF: https://id.nlm.nih.gov/mesh/D012410
Nota de escopo: Infecção transplacentária do feto por rubéola no primeiro trimestre de gravidez, como consequência da infecção materna (que pode ou não ser clinicamente aparente), resultando em várias anormalidades do desenvolvimento no recém-nascido. Elas incluem lesões cardíacas e oculares, surdez, microcefalia, retardo mental e retardo generalizado do crescimento, os quais podem ser associados com condições autolimitadas agudas tais como púrpura trombocitopênica, anemia, hepatite, encefalite e radiotransparência de ossos longos. Os lactentes afetados podem eliminar vírus para todos os contatos durante períodos prolongados de tempo. (Dorland, 28a ed)
Nota de indexação: causado por um rubivirus; não use /congen & não coord com DOENÇAS DO RECÉM-NASCIDO; restrinja à síndrome: veja definição; do contrário é permitido RUBÉOLA (SARAMPO ALEMÃO) /congen
Qualificadores permitidos: BL sangue
CF líquido cefalorraquidiano
CI induzido quimicamente
CL classificação
CO complicações
DG diagnóstico por imagem
DH dietoterapia
DI diagnóstico
DT tratamento farmacológico
EC economia
EH etnologia
EM embriologia
EN enzimologia
EP epidemiologia
ET etiologia
GE genética
HI história
IM imunologia
ME metabolismo
MI microbiologia
MO mortalidade
NU enfermagem
PA patologia
PC prevenção & controle
PP fisiopatologia
PS parasitologia
PX psicologia
RH reabilitação
RT radioterapia
SU cirurgia
TH terapia
TM transmissão
UR urina
VE veterinária
VI virologia
Identificador DeCS: 19342
ID do descritor: D012410
Documentos indexados na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS): Clique aqui para acessar os documentos da BVS
Data de estabelecimento: 01/01/1991
Data de entrada: 17/06/1986
Data de revisão: 03/11/1999
Síndrome da Rubéola Congênita - Conceito preferido
Identificador do conceito M0019293
Nota de escopo Infecção transplacentária do feto por rubéola no primeiro trimestre de gravidez, como consequência da infecção materna (que pode ou não ser clinicamente aparente), resultando em várias anormalidades do desenvolvimento no recém-nascido. Elas incluem lesões cardíacas e oculares, surdez, microcefalia, retardo mental e retardo generalizado do crescimento, os quais podem ser associados com condições autolimitadas agudas tais como púrpura trombocitopênica, anemia, hepatite, encefalite e radiotransparência de ossos longos. Os lactentes afetados podem eliminar vírus para todos os contatos durante períodos prolongados de tempo. (Dorland, 28a ed)
Termo preferido Síndrome da Rubéola Congênita



Queremos a sua opinião sobre o novo sitio web do DeCS/MeSH

Convidamos-lhe a responder a uma pesquisa que não levará mais que 3 minutos


Ir para pesquisa